O que fazer em Paraty

O que fazer em Paraty

No litoral fluminense está localizada o município de Paraty. A cidade foi muito importante durante o período colonial já que sua localização conectava os estados de São Paulo e Minas Gerais. Por este motivo, o município ainda carrega fortes lembranças do passado, que encantam o turista até os dias atuais. Assim, dentre as diversas atrações turísticas da cidade, vamos te contar o que fazer em Paraty para ter a melhor viagem possível.

Vamos descobrir o que fazer o que fazer em Paraty?

Conhecer o Centro Histórico

Uma caminhada pelo Centro Histórico de Paraty é como voltar no tempo até o período colonial do país. O calçamento de pedras conhecido popularmente como “pé de moleque” obriga o turista a passear por ali com atenção e calma, perfeito para observar de perto os casarões coloniais e as belezas da cidade. Todos os arredores dos quarteirões do centro estão tombados pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) por serem parte do patrimônio histórico e cultural do país.

Existem diversas opções para conhecer essa região da cidade para agradar todos os gostos. O Free Walking Tour consiste em um passeio a pé pela cidade com guias que se voluntariam para realizar o trajeto. Os guias vão contando um pouco da história da cidade, em português ou inglês, enquanto passam pelos principais pontos turísticos. Para aqueles que não gostam da ideia da caminhada existe também a opção de fazer o passeio de charrete também com um guia contando sobre a história local.

Ali no Centro Histórico está localizado um dos mais importantes museus da cidade, o Museu de Arte Sacra. O museu funciona na Igreja de Santa Rita, um dos cartões postais da cidade, e oferece ao público um acervo de relíquias encontradas em Paraty pertencentes ao período do Brasil Colônia.

Mais uma surpresa dentre as muitas que o Centro Histórico da cidade guarda é a Casa de Cultura de Paraty. A casa é, na verdade, um casarão revitalizado que hoje em dia sedia diversos eventos culturais, cursos e exposições. A proposta da Casa de Cultura é justamente de aproximar a população do conhecimento cultural enriquecendo seu público culturalmente.

Casa da Cultura em Paraty. Foto: Rogério Cassimiro/MinTur

Visita a Trindade

A poucos quilômetros da cidade de Paraty está uma vila de pescadores com o nome de Trindade. O povoado fica na divisa das cidades de Paraty/RJ e Ubatuba/SP e é um dos destinos mais procurados para quem visita as redondezas. Para chegar até lá o turista pode optar por fazer o trajeto com carro ou utilizar o ônibus que parte de hora em hora da rodoviária de Paraty.

A grande quantidade e variedade de praias atrai os turistas e promete agradar todas as preferências. A primeira praia da orla, a Praia do Cepilho é ponto de encontro de surfistas enquanto mais a frente está a Praia do Meio que agrada aqueles que preferem o mar calmo e sem tumulto de barraquinhas.

Uma das principais atrações da vila é a Piscina Natural do Cachadaço, uma área de mar protegida por pedras enormes deixando a água bem tranquila. As águas por ali não passam de mais de um metro de profundidade e é bem interessante usar um snorkel para ver um pouco da abundante vida marinha que habita a região.

Provar a cachaça tradicional

A cidade de Paraty é reconhecida pela produção de cachaça na região em todos os seus seis alambiques que estão em funcionamento pela cidade. A estrela principal é a cachaça Gabriela, inspirada no livro de Jorge Amado “Gabriela Cravo e Canela”, que possui os dois ingredientes em sua composição. Quem quiser passear pela noite na cidade vai poder provar a bebida na íntegra ou também um drink que tem o nome do autor do livro, Jorge Amado, ambos tradicionais.

Teatro Espaço

O Teatro Espaço é parada obrigatória aos turistas que vão para a cidade. Muito tradicional em Paraty, o espaço é sede do Grupo Contadores de Histórias, que fazem apresentações de teatro de bonecos encantadores para o público de todas as idades. As apresentações acontecem apenas nas quartas e nos sábados portanto, o turista deve estar atento às peças em cartaz.

Praia do Sono

A Praia do Sono tem diversas qualidades, mas as que mais se destacam são o seu visual paradisíaco, já que é rodeada pela Mata Atlântica, e o seu isolamento. A dificuldade de acesso ao local certamente deixa a praia com aspecto mais deserto, porém, cada vez mais os turistas têm se aventurado para aproveitar uma das praias mais lindas de Paraty.

Para chegar até a praia o turista pode fazer uma trilha que dura aproximadamente duas horas ou pegar um barco. Independente da dificuldade para chegar até a praia, recomendamos veementemente que o visitante não deixe de ir lá. A praia também dá acesso até algumas outras vizinhas, como a Praia dos Antigos.

FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty

A Festa Literária Internacional de Paraty acontece anualmente no mês de Junho é uma manifestação cultural que promove o acesso à cultura e diálogo sobre arte e diversidade. Já aconteceram mais de 17 edições e o evento não tem perspectiva de acabar haja vista que reúne na cidade milhares de turistas que visitam exclusivamente para ver a festa. Todos os anos, um autor brasileiro é homenageado como uma maneira de perpetuar a cultura brasileira.

Cachoeiras

Quem gosta de mesclar a água salgada do mar com as águas doces dos rios e cachoeiras vai se interessar por passar alguns dias em Paraty. Uma das mais famosas da cidade é a Cachoeira do Tobogã, uma queda d’água esculpida naturalmente que se assemelha à um tobogã. Outra cachoeira muito procurada é a Cachoeira da Pedra Branca e alguns poços, que são muito agradáveis para refrescar o visitante do calor, como o Poço do Tarzan.

Cachoeira do Tobogã. Foto: Rogério Cassimiro/MinTur

Passeio de barco

Como Paraty é uma baía de ilhas e praias, algumas delas só podem ser acessadas através de passeios de barco como escunas e lanchas rápidas. A boa notícia é que diversas agências de viagens da cidade oferecem esse serviço e das maneiras mais variadas possíveis. Os passeios podem ser contratados nas sedes físicas das agências, em hotéis e pousadas ou até no próprio cais de Paraty. Um dos passeios mais interessantes é o que passa pelo Saco do Mamanguá, o único fiorde brasileiro que é nada mais nada menos do que uma entrada de água entre montanhas. Todos que visitam o local voltam contando histórias de como a paisagem é paradisíaca e por isso, vale a pena a visita.

Posts relacionados: