O que fazer em Brasília

O que fazer em Brasilia

A cidade de Brasília, apesar de ser a capital do país, não se resume apenas a assuntos políticos. Muito pelo contrário, a cidade-parque, como também é conhecida, guarda muitas belezas e atrações que fogem da temática política e com certeza vai agradar aqueles que se aventurarem pelo Planalto Central. Dessa maneira, neste post vamos te ajudar com dicas de o que fazer em Brasília para fugir do comum e aproveitar todos os cantos dessa cidade incrível.

No primeiro ano de seu mandato, o Presidente Juscelino Kubitschek desenvolveu o chamado Plano de Metas e, dentre outras, estava a proposta da construção de uma cidade a partir do zero para ser a nova capital do país. Através de concurso público ficou decidido que os arquitetos Lúcio Costa e Oscar Niemeyer estavam em cargo de projetar a cidade e os seus principais edifícios.

As obras duraram menos de cinco anos e no dia 21 de Abril de 1960 a cidade foi inaugurada com muita festa e celebração. A combinação do Plano Piloto de Lúcio Costa, os edifícios magnificentes de Oscar Niemeyer e o paisagismo de Burle Marx rendeu a Brasília, poucas décadas depois de sua fundação, o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

A Esplanada dos Ministérios fica em uma região central da cidade e concentra em seus arredores a grande maioria das atrações turísticas locais. Portanto, independente do que o turista decida sobre o que fazer em Brasília, ele vai passar uma ou duas vezes pelo local e isso é mais do que suficiente para apreciar a paisagem.

Vamos descobrir o que fazer em Brasília?

Passeio com o ônibus panorâmico

O ônibus da Brasília Tour parte do Brasília Shopping e percorre um trajeto que dura entorno de duas horas, passando pelos principais pontos turísticos da cidade como a Esplanada dos Ministérios, a Catedral Metropolitana, o Memorial JK, o Congresso Nacional e muito mais. Além destes locais, o passeio do ônibus também permite ao turista observar a Praça dos Três Poderes, atravessar a Ponte JK e fazer uma parada no Palácio da Alvorada.

Museu de Valores

O Museu de Valores está localizado dentro do Banco Central do Brasil e conta ao público a história da moeda brasileira, desde o período Colonial até os dias atuais. Quem visita o museu tem a oportunidade de conferir de perto o seu acervo, que conta com moedas, cédulas e moedas tanto do Brasil quanto do mundo.

Além disso, no andar superior, se encontra a Sala do Ouro. Esse cômodo ensina um pouco sobre a trajetória da exploração do ouro no país e como era o garimpo. Estão expostas lá pepitas de ouro de diversas regiões exploradoras de minério como a Serra Pelada e Minas Gerais.

Visita ao Palácio do Itamaraty

O Palácio do Itamaraty é mais uma das obras-primas do grande arquiteto Oscar Niemeyer que estão espalhadas por Brasília. Atualmente, o palácio é a sede do Ministério das Relações Internacionais e é o cartão de visitas para os chefes de Estado que vêm ao país. A visita guiada é oferecida nos idiomas português, francês e inglês e, além disso, é completamente gratuita.

O passeio além de fascinante, é uma das atrações que devem ser incluída nos roteiros de viagem de quem for visitar a cidade. Para realizar o tour no local o turista precisa fazer uma reserva antecipada via e-mail e, todas as informações que ele necessita saber para realizá-la estão no site do Itamaraty.

Torre de TV

Ao subir os 75 metros de altura da Torre de TV, o viajante terá a melhor e mais completa vista do centro da cidade e, vale dizer, tudo gratuitamente. Ao lado da estrutura da torre está a fonte iluminada, que possui um enorme letreiro que diz “Eu ♡ Brasília” e rende uma bela foto, apesar de ser disputado pelos turistas. Aos arredores do local também existe uma feirinha local, que oferece a oportunidade perfeita para a compra de artesanato e souvenires.

Passeio pela orla do Lago Paranoá

O Lago Paranoá, carinhosamente chamado de Mar de Brasília, é uma imensidão de águas cristalinas que forma um dos cartões postais da cidade. A dica é fazer um passeio pela orla para observar de perto os arcos da Ponte JK, que atravessam o lago. Além disso, quem tiver interesse de praticar esportes aquáticos como caiaque e stand up paddle pode encontrar diversas barraquinhas oferecendo este serviço por ali.

Recomendamos terminar o passeio no Pontão do Lago Sul para assistir ao belo pôr-do-Sol. O local é um centro de lazer e entretenimento que une a natureza com conforto, o que contribuiu para torná-lo um dos principais pontos turísticos da cidade. Em uma simples caminhada pelo pontão o turista pode observar os barcos e veleiros, apreciar o fim da tarde ou se aventurar pelas diversas opções de bares e restaurantes.

Catedral Metropolitana

A Catedral Metropolitana de Brasília promete emocionar até os menos religiosos. A catedral foi desenhada por Oscar Niemeyer e teve sua construção concluída em 1970, se tornando o primeiro monumento da capital. A atração que mais chama atenção do público dentro de seu interior são os três anjos de bronze pendurados no teto, como se fossem protetores dos fiéis. Recentemente, a igreja teve seus vitrais pintados e esta é, até hoje, a única alteração de sua estrutura original.

Memorial JK

Nem mesmo uma estátua de 28 metros de altura na entrada do Memorial JK tem a grandiosidade suficiente para expressar a importância de Juscelino Kubitschek para Brasília. O memorial se localiza na Praça do Cruzeiro, local onde foi realizada a primeira missa em um espaço vazio que futuramente se tornaria a nova capital brasileira.

O museu foi fundado em 1981 a partir da iniciativa de Sarah Kubitschek, esposa do antigo presidente, e atualmente é administrado pela família. O prédio teve sua estrutura projetada por Oscar Niemeyer com o objetivo de guardar e celebrar a história da família e, principalmente, do Presidente Kubitschek. O espaço faz parte de uma organização sem fins lucrativos e, para manter o memorial funcionando, é cobrada do visitante uma simbólica taxa de entrada.

O memorial conta com dois andares repletos com objetos pessoais de Juscelino como roupas, faixas presidenciais e um acervo rico de fotos. Um dos locais mais especiais no museu é a Câmara Mortuária, onde podem ser encontrados os restos mortais de JK revestidos em granito preto.

Posts relacionados: